A Merck e a Baylor College of Medicine promovem desenvolvimento e fabricação de vacinas para doenças negligenciadas

A Merck e a Baylor College of Medicine promovem desenvolvimento e fabricação de vacinas para doenças negligenciadas

-- A colaboração sustenta o compromisso das partes de promover a pesquisa e o desenvolvimento para o tratamento de doenças negligenciadas

-- O acordo se foca na otimização do processo de desenvolvimento e formulação de vacinas e na troca de know-how

PR Newswire

DARMSTADT, Alemanha, 8 de agosto de 2017

DARMSTADT, Alemanha, 8 de agosto de 2017 /PRNewswire/ -- A Merck, importante empresa de ciência e tecnologia, anunciou hoje que formou uma aliança estratégica com a Baylor College of Medicine (Texas, U.S.) e com sua parceira de desenvolvimento de produtos (PDP -- product development partnership) de vacinas, o Centro Hospitalar de Crianças para o Desenvolvimento de Vacinas do Texas (Texas Children's Hospital Center for Vaccine Development ou Texas Children's CVD), para promover pesquisa e desenvolvimento de vacinas para infecções negligenciadas e emergentes.

A colaboração se foca em produzir vacinas através do desenvolvimento, a fim de disponibilizá-las a sociedades carentes. Os especialistas da Merck em desenvolvimento e formulação de processos estão trabalhando com os cientistas do Texas Children's CVD na Baylor para otimizar o processo de fabricação de vacinas, a fim de aumentar a estabilidade e o rendimento das vacinas. Inicialmente, essas atividades visam a esquistossomose, uma doença parasitária fatal, que afeta milhões de pessoas por ano em regiões tropicais e subtropicais.

"Nosso propósito é resolver os problemas mais difíceis na ciência da vida, colaborando com a comunidade científica mundial", disse o membro do Conselho Executivo da Merck e CEO da Life Science, Udit Batra. "A aliança com a Baylor College of Medicine, uma das principais instituições de pesquisa do mundo, é a parceria ideal para promover o desenvolvimento e a fabricação de vacinas. Juntas, iremos apoiar a luta contra doenças infecciosas".

A colaboração inclui treinamento e troca de know-how técnico para processar o desenvolvimento e a formulação, preenchendo lacunas de conhecimento que existem desde a pesquisa e desenvolvimento à fabricação, com um foco nas doenças negligenciadas e emergentes. O dr. Peter Hotez, reitor fundador da Escola Nacional de Medicina Tropical (National School of Tropical Medicine) da Baylor College of Medicine e codiretor da PDP, fez uma apresentação sobre o tópico em um evento da Access to Medicine (Acesso à Medicina) no início do ano em Darmstadt, Alemanha.

"Estamos muito satisfeitos por fazer essa parceria com a Merck, com o objetivo de promover essa importante vacina. Hoje, a esquistossomose é considerada uma das mais devastadoras doenças tropicais negligenciadas, afetando centenas de milhões de pessoas pobres no mundo. Nos sentimos estimulados com a nova colaboração com a Merck para desenvolver essa vacina salvadora de vidas", disse o dr. Hotez.

A vice-diretora do Centro Hospitalar de Crianças para o Desenvolvimento de Vacinas do Texas, dra. Maria-Elena Bottazzi, disse "A troca de conhecimentos científicos nessa parceria irá catalisar e acelerar o desenvolvimento de vacinas muito necessárias contra doenças que afetam os pobres. Isso irá servir como estrutura para o desenvolvimento de capacidades e irá estabelecer autoconfiança no desenvolvimento e fabricação de vacinas em todo o mundo".

Essa colaboração, junto com a recentemente anunciada parceira pública-privada da Merck com o Instituto Australiano de Saúde e Medicina Tropical (Universidade James Cook, Queensland), o órgão de promoção de investimentos do governo australiano, e a Baylor College of Medicine, sustenta o compromisso das partes de promover a pesquisa sobre doenças negligenciadas globalmente.

Sobre a Baylor College of Medicine
A Baylor College of Medicine (www.bcm.edu), em Houston, é reconhecida como um importante centro acadêmico de ciências da saúde e é conhecida pela excelência em educação, pesquisa e tratamento de pacientes. É a única escola de medicina privada na região do Grande Sudoeste e foi classificada no 21o lugar entre as escolas de medicina no quesito pesquisa e 8o lugar em tratamento de saúde primário pela U.S. News & World Report. A Baylor foi classificada em 19o lugar entre todas as escolas de medicina dos EUA para receber financiamento dos Institutos Nacionais de Saúde e em primeiro lugar no Texas. Localizada no Centro Médico do Texas, a Baylor é afiliada a sete hospitais-escola, controla e opera conjuntamente o Centro Médico St. Luke, parte da CHI St. Luke's Health. Atualmente, a Baylor treina mais de 3.000 estudantes de medicina, diplomados, enfermeiras anestesistas, médicos assistentes e estudantes de órteses, bem como médicos residentes e acadêmicos de pós-doutorado.

Em 2011, a Baylor lançou a Escola Nacional de Medicina Tropical que, junto com o Centro Hospitalar de Crianças para o Desenvolvimento de Vacinas do Texas, está liderando um modelo inovador de parcerias para o desenvolvimento de produtos na pesquisa e desenvolvimento de novas vacinas para combater as doenças tropicais negligenciadas do mundo.

Todos os comunicados à imprensa da Merck são distribuídos por e-mail ao mesmo tempo em que são disponibilizados no website da Merck. Por favor, visite www.merckgroup.com/subscribe para se registrar online, mudar suas opções ou suspender esse serviço.

Sobre a Merck
A Merck é uma importante empresa de ciência e tecnologia das áreas de saúde, ciência da vida e materiais de alto desempenho. Cerca de 50.000 empregados trabalham para desenvolver tecnologias que melhoram e expandem a vida -- de terapias biofarmacêuticas para tratamento do câncer ou esclerose múltipla, sistemas avançados para pesquisa e produção científica, a cristais líquidos para smartphones e televisores LCD. Em 2016, a Merck gerou vendas de € 15 bilhões, em 66 países.

Fundada em 1668, a Merck é a empresa farmacêutica e química mais antiga do mundo. A família fundadora mantém uma participação majoritária no grupo corporativo de capital aberto. A Merck detém os direitos globais do nome e da marca "Merck". As únicas exceções estão nos Estados Unidos e Canadá, onde a empresa opera como EMD Serono, MilliporeSigma e EMD Performance Materials.

FONTE Merck

Voltar noticias em Português no Mundo