PayMee Brasil, a start-up de pagamentos que promete taxas menores ao comércio

PayMee Brasil, a start-up de pagamentos que promete taxas menores ao comércio

Grandes Idéias surgem em momentos de crise e com o país em recessão histórica, empresários lançam fintech para gap de mercado a ser explorado

PR Newswire

SÃO PAULO, 11 de setembro de 2017

SÃO PAULO, 11 de setembro de 2017 /PRNewswire/ --- A PayMee Brasil é uma start-up de tecnologia de pagamentos à vista com taxas competitivas para o e-commerce. As tarifas variam entre 0,99% e 1,99% (contra os mais de 5% de outras instituições) e somente são cobradas quando o consumidor finaliza a compra, sem mensalidade. O vendedor recebe o dinheiro no dia útil seguinte, sem taxa de antecipação. Com o fim do boleto bancário sem registro decretado pela Febraban, os custos aumentarão devido necessidade de registro, liquidação, permanência, protesto, alteração e cancelamento.

O e-commerce brasileiro tem crescimento projetado para 2017 entre 10% e 15%, segundo a FecomercioSP e a ABComm, mas ainda tem que batalhar contra o abandono do carrinho de compras que subiu para 75,3% na América Latina. Estudos apontam que a falta de opções de meios de pagamento e o medo de usar cartão de crédito na internet estão entre as principais razões para as desistências.

De olho neste cenário, os empresários Bruno Maranhão e Paulo Zapparoli criaram a PayMee Brasil como uma opção positiva para as duas pontas. "É um modelo de negócio escalável, inovador, com processos facilitados por meio do uso de inteligência artificial, rápido e seguro", atesta Bruno.

Os fundadores da fintech também visam o público desbancarizado que não usufrui do comércio eletrônico. Segundo pesquisa do Data Popular 55 milhões de brasileiros sem conta em banco movimentam R$ 665 bilhões por ano. A plataforma proporciona a inclusão social no e-commerce, sem comprometimento da renda com taxas e juros dos cartões, basta o consumidor ter um endereço de e-mail. Ao escolher a PayMee como forma de pagamento, um código é gerado e o pagamento pode ser realizado em dinheiro ou através de transferência bancária (TEF), ou seja, onde o cliente já confia na segurança e está familiarizado, sem riscos de fraudes.

Mesmo antes de ser lançada, a start-up já conta com lista de espera de clientes de diversos segmentos, como e-commerce, mercado de câmbio, hotéis, escolas, entre outros.

O lançamento oficial da PayMee Brasil será no dia 22/09/2017

www.paymee.com.br

 

FONTE PayMee Brasil

Voltar noticias em Português no Mundo