Xiaoshan, China: de uma economia municipal de ponta para um distrito urbano internacional

Xiaoshan, China: de uma economia municipal de ponta para um distrito urbano internacional

PR Newswire

HANGZHOU, China, 22 de novembro de 2017

HANGZHOU, China, 22 de novembro de 2017 /PRNewswire/ -- Em 18 de novembro de 2017, uma "reunião familiar" especial foi realizada no distrito Xiaoshan da cidade de Hangzhou, um dos distritos urbanos mais desenvolvidos da China oriental. 800 pessoas de Xiaoshan, que são figuras representativas em diversos setores do país e do mundo, voltaram para casa para a reunião sob a convocação do governo do distrito de Xiaoshan pela primeira vez.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/609202/Xiaoshan_International_Exhibition_Centre.jpg

Após praticamente 40 anos de desenvolvimento, Xiaoshan, famosa como cidade de empresários e reformadores, transformou-se de uma economia municipal de ponta para um distrito urbano internacional típico na China com um sólido desempenho de economia distrital.

Xiaoshan está localizada na margem sul do rio Qiantang da China. Esse moderno distrito é sede do principal encontro da Cúpula do G20 de Hangzhou. É famoso por seu desenvolvimento econômico e ganhou repetidas vezes o primeiro lugar como melhor destino para investimentos na China continental. Desde a reforma e abertura na China, o povo em Xiaoshan criou um milagre no florescimento da economia privada da China.

Lu Guanqiu, que faleceu há pouco, era de Xiaoshan. Ele é considerado o "pai" das empresas privadas chinesas. No final da década de 1970, fundou o Wanxiang Group e o desenvolveu para tornar-se a primeira OEM na China que fornecia peças e componentes automobilísticos para a General Motors. Sua subsidiária nos EUA abria dezenas de empresas em 26 estados dos EUA e criou mais de 8.000 empregos nos Estados Unidos. O estado de Illinois declarou 12 de agosto de todos os anos como o "Dia de Wanxiang" em reconhecimento à contribuição da empresa chinesa ao estado.

Desde seu estabelecimento em 1986 como empresa de produtos químicos, o Chuanhua Group começou a se desenvolver até se tornar um empreendimento privado moderno, diversificado e reconhecido.

Nos anos recentes, Xiaoshan, o "peso pesado da economia" da China, está carregando nas costas a missão de "impulsionar uma transição social e econômica em todos os aspectos por meio da transformação da cidade".

O governo local percebe que a inovação é o motivador número um para o desenvolvimento.

O porto de informações da baía de Hangzhou, localizado na zona de desenvolvimento tecnológico e econômico de Xiaoshan, é uma plataforma de "incubação" importante para o setor da Internet em Xiaoshan. Aqui estão reunidas mais de 30 empresas de Internet bem conhecidas da China e se tornou uma força propulsora importante para que Xiaoshan desse um grande salto para se transformar de uma área de fabricação para uma área de economia da informação.

No momento, a nova forma industrial de Xiaoshan, com fabricação inteligente em sua essência, está tomando forma. A primeira aliança de big data industrial e o primeiro laboratório de big data industrial da China estão estabelecidos em Xiaoshan. Gigantes da Internet como Alibaba e Netease, bem como empresas de IA de ponta, escolheram se estabelecer ali.

O principal local da Cúpula do G20 de Hangzhou é o Centro Internacional de Exposições de Hangzhou em Xiaoshan. Na quadra onde está localizado -- a Expo Cidade dos Esportes Olímpicos também realizará os Jogos Asiáticos de Hangzhou de 2022.

De acordo com as estatísticas, de 25 de setembro de 2016, quando o centro foi aberto, até o momento, ele já sediou mais de 1.800 conferências e 37 exposições com uma área de exibição total de mais de 3,5 milhões de metros quadrados Seu Hall de Experiência da Cúpula do G20 já recebeu um milhão de visitas.

Ao ganhar o reconhecimento dos organizadores de conferências internacionais, o Centro Internacional de Exposições de Hangzhou em 2017 passou a integrar com sucesso a ICCA (International Congress & Convention Association), e se tornou o único membro na China da UIA (Union of International Associations). No futuro, haverá mais feiras, conferências e eventos culturais internacionais.

Entende-se que Xiaoshan passará a ser a cidade de exposições mais dinâmica da China e o principal destino do mundo para convenções e exposições. Estima-se que até 2019, a receita total com exposições atinja mais de 15 bilhões de yuanes (US$ 2,3 bilhões) e haverá mais de 1.000 conferências internacionais a serem realizadas. Assim, pode-se prever que Xiaoshan desenvolverá um novo setor -- exposições de ponta.

Após a Cúpula do G20 de Hangzhou, Xiaoshan se tornou um importante distrito urbano, ligando Hangzhou ao mundo. No futuro, o distrito desenvolverá vigorosamente os setores de convenções e exposições, e todos os esforços serão empreendidos para fazer dele uma cidade internacional da China com base no conceito de "Exposição +".

 

FONTE Xiaoshan District Government

Voltar noticias em Português no Mundo