China realiza com sucesso o primeiro implante humano de uma válvula aórtica transcateter recuperável do país

China realiza com sucesso o primeiro implante humano de uma válvula aórtica transcateter recuperável do país

- O sucesso do procedimento desencadeia uma nova era para a tecnologia de válvulas cardíacas intervenção recuperáveis na China

PR Newswire

HANGZHOU, China, 28 de novembro de 2017

HANGZHOU, China, 28 de novembro de 2017 /PRNewswire/ -- O primeiro implante humano do sistema de válvulas recuperáveis VenusA Plus foi concluído com sucesso no Segundo Hospital Afiliado da Escola de Medicina da Universidade de Zhejiang (SAHZU), em 23 de novembro de 2017.

O presidente do Segundo Hospital Afiliado da Escola de Medicina da Universidade de Zhejiang, prof. Wang Jian’an, anunciando que a China concluiu seu primeiro bem-sucedido implante clínico de uma válvula aórtica transcateter recuperável (PRNewsfoto/Venus Medtech (Hangzhou) Inc.)

O prof. Wang Jian'an, presidente da SAHZU, anunciou que a China concluiu com êxito o seu primeiro implante humano de uma válvula aórtica transcateter recuperável. A cirurgia marca outro feito para a Venus Medtech, que se torna a primeira empresa da China capaz de fornecer um sistema de válvulas cardíacas de intervenção recuperável.

A paciente de 76 anos, operada usando o sistema, fora diagnosticada com estenose severa da válvula aórtica e definida como uma paciente cirúrgica de alto risco. A equipe cardiológica discutiu e definiu as características anatômicas da paciente como uma válvula aórtica bicúspide e calcificação assimétrica, o que aumentava os riscos de deslocamentos da válvula durante a implantação. Na opinião da equipe, o sistema recuperável seria o mais adequado para a paciente. 

O sistema recuperável permite a retirada e o reposicionamento da válvula depois de sua liberação, evitando eventos adversos resultantes de uma posição defeituosa do implante e um desajuste da válvula implantada, incluindo a translocação de válvula, vazamento paravalvular severo, um impacto negativo na válvula aórtica bicúspide e alto grau de bloqueio atrioventricular, causado pela compressão do mecanismo de condução. O sistema também reduz a complexidade do procedimento, que, por sua vez, ajuda a promover a adoção e a aplicação da tecnologia TAVR.

"A equipe médica da SAHZU tem trabalhado estreitamente com o Instituto de Pesquisa de Válvulas Cardíacas da Província de Zhejiang e equipe de pesquisa e desenvolvimento (R&D) da Venus Medtech para estudar, desenvolver e produzir os produtos de válvula cardíaca. A colaboração começou com a VenusA-Valve e levou ao sucesso da VenusA Plus", o professor Wang acrescentou. "O produto é uma válvula TAVR de próxima geração, que fornece bom desempenho em termos de liberação, estabilidade recuperável, controlabilidade e capacidade de passagem, oferecendo assim grande potencial, no que diz respeito às aplicações clínicas".

O bem-sucedido implante humano da VenusA Plus aconteceu apenas quatro meses depois do lançamento da primeira válvula TAVR da China, a VenusA-Valve. "A Venus Medtech tem continuamente alcançado avanços tecnológicos", explicou o CEO da Venus Medtech, Zi Zhenjun. "Nós planejamos lançar mais produtos inovadores e que demonstrem a forte competência da empresa em inovação e seu contínuo compromisso com o serviço aos pacientes".

Foto - http://mma.prnewswire.com/media/611947/Venus_Medtech.jpg

 

FONTE Venus Medtech (Hangzhou) Inc.

Voltar noticias em Português no Mundo