A Calastone prevê mais de US$ 2,6 bilhões de economia para o mercado de fundos mútuos ao mudar para blockchain

A Calastone prevê mais de US$ 2,6 bilhões de economia para o mercado de fundos mútuos ao mudar para blockchain

- Um estudo da Calastone revela que a migração para blockchain poderia gerar mais de US$ 2,6 bilhões (*£ 1,9 bilhão) de economia de custos para o mercado global de fundos mútuos

- O estudo segue um relatório recente da Forrester, que mostra que a Calastone já proporcionou mais de US$ 641 milhões (£ 458 milhões) em economia para os fundos mútuos, ao automatizar os principais mercados globais de fundos

- Os dados da Calastone demonstram o potencial significativo de valor que o blockchain traz para o setor e os investidores

PR Newswire

LONDRES, 22 de fevereiro de 2018

LONDRES, 22 de fevereiro de 2018 /PRNewswire/ -- A pesquisa da Calastone, a rede global de transações de fundos, prevê mais de US$ 2,6 bilhões (*£ 1,9 bilhão) em potencial de economia de custos para o mercado global de fundos mútuos, como resultado da mudança para a infraestrutura de mercado distribuído habilitada para blockchain.

As economias previstas demonstram a escala do impacto financeiro que mais automação e interconectividade podem trazer para o mercado de fundos de investimentos. As previsões da Calastone confirmam também outro estudo lançado pela Forrester, uma das principais empresas de pesquisa e consultoria do mundo, que analisou o impacto financeiro que a atual rede de transações da Calastone já teve no mercado global de fundos. A pesquisa da Forrester revela que a automação das transações por meio da Calastone proporcionou US$ 641 milhões (£ 458 milhões) em economia nos últimos seis anos.

A pesquisa da Forrester mostra economias significativas hoje nos mercados globais

A Forrester fez uma pesquisa de mercado global com 234 organizações de fundos mútuos, para determinar o valor tangível e o impacto financeiro que a rede de transações da Calastone teve sobre o mercado global de fundos, ao mudar o processo manual de comercialização de fundos para uma infraestrutura de rede automatizada. Os resultados da pesquisa mostraram que, ao abordar os conflitos e as ineficiências operacionais do ciclo de transações em todos os equivalentes da comercialização, a Calastone gerou benefícios líquidos significativos para o mercado, gerando mais de US$ 641 milhões (£ 458 milhões) de economia em relação ao seis anos anteriores. A pesquisa abrange os principais mercados globais da Calastone, dentre eles o Reino Unido, a Irlanda, Luxemburgo, Hong Kong, Cingapura, Taiwan e a Austrália.

Os resultados mostraram cinco vantagens fundamentais para as empresas de fundos de investimentos se conectarem com a rede automatizada de transações da Calastone: melhor tempo de processamento, redução de erros manuais (e do tempo necessário para resolvê-los), capacidade de escalar e processar maiores volumes de negócios por meio de mais flexibilidade nas janelas de comercialização, tempos de resposta mais rápidos e mais transparência por meio de rastreabilidade de auditoria aprimorada.

A Calastone prevê ainda mais economias para o futuro – o vasto potencial do blockchain...

No ponto em que o estudo da Forrester destaca o valor que a automação da rede global de transações de fundos de investimentos da Calastone já trouxe à comercialização de fundos mútuos até o momento, a análise posterior da Calastone avalia o nível ainda maior de economia que a sua infraestrutura de mercado distribuído (da sigla em inglês, DMI) habilitada para blockchain poderia oferecer ao mercado global, antevendo eficiência adicional significativa de custos, totalizando mais de US$ 2,6 bilhões (*£ 1,9 bilhões) em todo o mundo.

Os números divulgados pela Calastone representam o valor tangível e financeiro que a infraestrutura de mercado distribuído habilitada para blockchain pode oferecer, ao eliminar muitas das ineficiências remanescentes, atualmente incorporadas no sistema, resultando em aumento de custos, riscos e pressões operacionais e regulatórias. Onde a automação da rede da Calastone já foi bem-sucedida, a infraestrutura de mercado distribuído oferece uma solução escalável para atender às necessidades dos atuais e futuros participantes e investidores do setor de fundos.

Em junho, a Calastone concluiu com sucesso a primeira fase de sua prova de conceito de infraestrutura de mercado distribuído (DMI) habilitada para blockchain e, em dezembro, a empresa anunciou que sua tecnologia de rede principal migrará para a tecnologia blockchain em 2019.

Comentando os resultados do estudo, Julien Hammerson, CEO da Calastone, acrescenta:

"Nossa missão tem sido abordar o custo dos atritos da comercialização de fundos mútuos, e a pesquisa da Forrester demonstra o valor considerável que a Calastone já proporcionou ao mercado: mais de £ 458 milhões nos últimos seis anos. Esses resultados são a prova do impacto global que a tecnologia pode ter sobre um setor. Porém, ainda é apenas o primeiro passo.

Embora o que conseguimos até o momento tenha permitido economias consideráveis para o setor, nossa própria análise destaca o quão significativamente esses benefícios podem ser acelerados com o uso da tecnologia blockchain para automatizar todo o ciclo de vida das transações de fundos mútuos, desde os pedidos até a liquidação e o pagamento, por meio da nossa nova infraestrutura de mercado distribuído - de milhões para mais de US$ 2,6 bilhões por ano em economia de custos."

Sobre a Calastone
A Calastone é a maior rede global de transações de fundos de investimentos, conectando muitas das principais organizações financeiras do mundo. Sua missão é tornar os fundos de investimentos acessíveis a todos, reduzindo o custo dos atritos das negociações. Usa soluções de tecnologia inteligente e colaboração do setor para reduzir o risco operacional e aumentar a lucratividade dos clientes por meio da digitalização e automação.

Mais de 1.400 clientes em 35 países e territórios se beneficiam dos serviços da Calastone, que processa mais de 7 milhões de mensagens e £ 85 bilhões em transações por mês.

A Calastone tem sede em Londres e escritórios em Luxemburgo, Hong Kong, Taiwan, Cingapura e Sydney.

*Metodologia Calastone

A Calastone calculou as potenciais economias de custos de mudança para a infraestrutura de mercado distribuído e mutualizado, usando dados do recente estudo de 2016 da Deloitte, "As despesas de fundos de investimentos da Europa em uma encruzilhada – os benefícios da mutualização do custo de distribuição". O cálculo da Calastone determina a possível economia de ponto base (bps) nos principais mercados globais. O cálculo de bps da Calastone foi aplicado aos ativos dos fundos mútuos sob sua gestão, individualmente, nos seguintes mercados: do Reino Unido, da Irlanda, de Luxemburgo, Hong Kong, Cingapura, Taiwan e da Austrália.

Câmbio da conversão de GBP para USD a 1,40, em 20 de junho de 2017.

Para obter mais informações, entre em contato com:
FTI Consulting LLP
Ollie Bailey-Pratt/Darius Alexander
calastone@fticonsulting.com 
Tel.: +44-020-3727-1000

FONTE Calastone

Voltar noticias em Português no Mundo