Equipamentos da XCMG se destacam no ambiente de menos de 50 graus Celsius da Antártida

Equipamentos da XCMG se destacam no ambiente de menos de 50 graus Celsius da Antártida

PR Newswire

XUZHOU, China, 26 de fevereiro de 2018

XUZHOU, China, 26 de fevereiro de 2018 /PRNewswire/ -- Guindastes e carregadeiras fabricados pela XCMG, fabricante líder global de máquinas para construção, estão sendo usados na construção da estação de pesquisas do Brasil na Antártida, a Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF) e têm fornecido desempenho superior e contínuo na Antártida extremamente fria.

Sendo um destaque da crescente cooperação sino-brasileira, o trabalho de construção do projeto de dois anos da EACF é o primeiro contrato de construção de uma estação de pesquisas não chinesa na Antártida, obtido por uma companhia chinesa. Todos os materiais, equipamentos e pessoal na equipe da construção são oriundos da China. Quatro guindastes e carregadeiras da XCMG, incluindo um modelo LW600KN personalizado, estão sendo usados para transportar os módulos pré-fabricados e placas de isolamento da EACF para a Antártida para montagem – uma tarefa que exige que todos os equipamentos de construção no local operem com tolerâncias muito rigorosas.

"Devido ao severo ambiente do continente mais frio do planeta, existe somente uma janela de quatro meses para completar a construção da EACF, portanto é crucial que os gerentes do projeto escolham os equipamentos certos", disse Wang Min, Presidente do Conselho da XCMG. "Com uma fábrica em Pouso Alegre, raízes profundas no Brasil e produtos extremamente estáveis, que resistem ao frio e, levando em conta os laços cada vez mais estreitos entre a China e o Brasil, a XCMG foi uma escolha óbvia para fornecer os equipamentos para a montagem da inovadora instalação de pesquisas do Brasil".

A XCMG resolveu os difíceis problemas tecnológicos inerentes à operação em ambientes extremamente frios, através da realização de pesquisas aprofundadas em locais frígidos, tais como a Sibéria e o norte do Círculo Polar Ártico. Este trabalho permitiu que a equipe de engenheiros de classe mundial da XCMG projetasse sistemas hidráulicos e elétricos dinâmicos, bem como uma cabine de direção que pode operar normalmente em temperaturas mais baixas do que menos 40 graus Celsius. Os sistemas de preaquecimento para o motor, bateria, combustível e fluido hidráulico funcionam adequadamente em temperaturas além de menos 50 graus Celsius.

O trabalho do contrato da EACF, com sua exigência de não apenas projetar equipamentos que possam suportar temperaturas extremas, mas que também atendam às necessidades específicas do cliente, fez com que a equipe de pesquisa e desenvolvimento da XCMG criasse um padrão líder da indústria para o desenvolvimento de produtos adequados para operar em climas extremamente frios.

"Projetar equipamentos que possam operar em ambientes extremamente frios sempre foi um desafio na área e, como uma líder da indústria chinesa de equipamentos para construção, é nossa responsabilidade resolver esses problemas e criar o padrão para o mercado", disse Wang Min.

 

FONTE XCMG

Voltar noticias em Português no Mundo