Storm Group oferece consultoria e desenvolve tecnologia para uso de drones em negócios

Storm Group oferece consultoria e desenvolve tecnologia para uso de drones em negócios

PR Newswire

RIO DE JANEIRO, 27 de março de 2018

RIO DE JANEIRO, 27 de março de 2018 /PRNewswire/ -- Com a regulamentação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) sobre o uso comercial de aeronaves remotamente pilotadas (RPAs), popularmente conhecidas como drones, em 2017, a expectativa é que cada vez mais empresas comecem a usá-las para diversos tipos de negócios. Do agronegócio ao setor elétrico e até estudos ambientais podem se beneficiar de drones equipados com os acessórios certos e tecnologia de ponta.

Para isso, é essencial saber escolher os melhores modelos de drones para cada finalidade, selecionar acessórios que gerem dados relevantes e desenvolver soluções tecnológicas para extrair informações que realmente interessam. Esta é uma das especialidades da Storm Group (www.stormsec.com.br), com foco em tecnologia para inovação e que tem um laboratório exclusivo para desenvolvimento de projetos com drones.

"Um diferencial que os drones podem trazer para os negócios é automatizar operações. Hoje, é possível programar uma aeronave para levantar voo em determinados dias e horários, percorrer uma área, coletar dados em pontos específicos ou realizar operações e retornar à base. No agronegócio, os drones podem sobrevoar a fazenda periodicamente para fazer o controle de rebanho, contabilizando os animais em cada pasto e buscando animais perdidos", explica Marcos Costa, Diretor de Sistemas Embarcados da Storm.

Os drones também podem ser equipados para semear diferentes espécies em regiões específicas de um terreno já arado, criando um mapa com a quantidade de sementes plantadas em cada posição geográfica. Já no setor elétrico, as aeronaves podem fazer inspeções das linhas de transmissão. Com uma câmera termal, pode-se identificar facilmente componentes com falha, ou em falha iminente, e analisá-los com uma câmera de ultra-definição, tornando a manutenção preventiva mais barata e eficiente.

No projeto Dronequi, um drone monitora a população de macacos muriquis de uma determinada região. Antes, um biólogo percorria toda a área a pé procurando os animais. A Storm, então, equipou um drone com uma câmera de alta definição e outra termal, que identifica áreas quentes, indicando a presença de seres vivos. A aeronave sobrevoa a mata transmitindo imagens em tempo real ao biólogo, que direciona o drone conforme identifica sinais da presença de animais. Depois, o software criado pela Storm analisa frame a frame ambos os vídeos para contabilizar o número de muriquis e sua localização naquele dia, garantindo mais precisão no monitoramento da população.

Informações: Priorité Comunicação – contato@prioritecomunicacao.com.br | 55 21 2284-2189

FONTE Storm Group

Voltar noticias em Português no Mundo